DEUS DARÁ O QUE FOR PRECISO

Quando bem pequena, ouvi contar a história de um casal a quem Deus prometera um filho. E como toda promessa feita por ele certamente se cumpre, assim aconteceu. Apesar de terem a idade bem avançada, a criança nasceu, um menino. Ele foi educado de acordo com os princípios de seus pais, apendeu a amar e obedecer a Deus. O menino trazia grande alegria, e certamente era muito querido. Mas, certo dia Deus chamou o pai da criança e lhe fez um pedido: “Pegue agora o seu filho, o seu único filho, a quem você tanto ama, e vá até a terra de Moriá. Ali na montanha que eu lhe mostrar, queime o seu filho como sacrifício.” Contrariando a lógica humana, o pai assim o fez. No dia seguinte, levantou de madrugada, cortou a lenha para o sacrifício e saiu para o lugar que Deus havia indicado, levando consigo o menino e dois empregados.

Após três dias, ao ver o lugar, de longe, pediu que os empregados ficassem ali por um tempo, enquanto ele e o filho iriam até a montanha. O pai pegou a lenha, uma faca e fogo, e os dois foram andando juntos. Logo mais, o menino começa a indagar: “Pai! Nós temos a lenha e o fogo, mas onde está o cordeirinho para o sacrifício?”, então o pai respondeu:”Ele vai arranjar um cordeirinho, meu filho.” Continuaram a caminhar juntos. Ao chegar no local, o pai fez um altar e arrumou a lenha. Em seguida, pôs o filho sobre o altar. Ao segurar a faca, logo apareceu um anjo, lhe dizendo que não precisaria machucar o menino. Ao olhar em volta, o pai viu um cordeiro preso em uma moita. Ele então pegou o cordeiro e o ofereceu como sacrifício em lugar de seu filho. Naquele dia, o pai colocou no lugar o nome de: “O SENHOR DEUS DARÁ O QUE FOR PRECISO”. Depois disto, Deus lhe prometeu que o abençoaria ricamente e que seus descendentes seriam tão numerosos como as estrelas no céu ou os grãos de areia da praia.

Que história, hein! Você consegue imaginar Deus pedindo o seu filho como sacrifício? Talvez você, assim como eu, tenha lido e ouvido contar a história de Abraão e Isaque diversas vezes, mas que impacto esta narrativa tem causado em sua vida? O Deus de Abraão e Isaque é o mesmo. Hoje, ele ainda nos pede “sacrifícios”, estamos dispostos a aceitar? Acreditamos que Deus nos dará o que for preciso? Seus amigos, seu relacionamento, seu dinheiro, sua fama, seus bens, o que Deus te pediu? Meu amigo, é preciso entender quando a bíblia nos diz: “todas as coisas foram feitas através dele, e, sem ele, nada do que existe teria sido feito.” (joão 1:3). Saiba que, a sua família, as pessoas especiais que estão ao seu redor, o seu emprego , seu dinheiro e todos os bens que você possui, todas essas coisas vieram das mãos de Deus, são presentes.

Deus é sábio, Deus é bom, Deus é justo, Deus nos ama! Quando Abraão estava prestes a sacrificar o seu filho, Deus providenciou o cordeiro. Ele enxergava a dor de Abraão. Aquele que nos criou, conhece bem a cada um de nós. Os nossos sentimentos, nossas dores e alegrias, nenhuma lágrima ou sorriso passa despercebido aos olhos do Criador, ele sofre e se alegra conosco. Precisamos ter fé! Uma fé que nos faça enxergar além dos nossos olhos naturais, uma fé que nos permita acreditar naquilo que não vemos, uma fé que confia no amor do Pai. Abraão não foi “radical”, ele foi obediente, por conhecer o Deus a quem servia. Quando conhecemos o Senhor, entendemos que Ele é totalmente digno de confiança, mesmo que em alguns momentos não possamos entender o que ele nos pede, acreditamos que pelo seu amor nos dará sempre o melhor, o que nossa mente tão finita não consegue imaginar.

Passada a história de Abraão e Isaque,  tempos depois Deus ofereceria o seu único filho como sacrifício, e desta vez, não surgiria nenhum cordeiro, Cristo não seria poupado, ele seria o cordeiro sacrificado. O filho de Deus morreria para nos dar a vida. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16) Vale a pena viver confiando em um amor sem medida, sem restrição, um amor que oferece o melhor. Aprenda a confiar no amor de Deus, aprenda a segui-lo. Quando ele falar, obedeça! Não estamos aqui para dizer o que ele precisa fazer, a ordem das coisas é totalmente contrária. Ele sabe bem o que precisa fazer e a hora de agir, ele é o Senhor do tempo, dono de toda sabedoria. Se ele te prometeu algo certamente vai cumprir. Na hora certa. E se ele te pedir algo, entregue! Ore, espere e confie no Deus que dará o que for preciso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *